Bispo da Lapa se despede da comunidade

0
1478

Foto: Arquivo JG

Arquivo JG
Dom Julio na celebração do Natal Comunitário

O bispo auxiliar da Arquidiocese de São Paulo e vigário episcopal da Lapa, Dom Julio Akamine se despede da região no próximo sábado, 18, às 15h, em uma missa na Paróquia Nossa Senhora da Lapa. Após quase seis anos a frente da região episcopal Lapa, o bispo deixa o cargo no dia 20 para assumir como arcebispo de Sorocaba em 25 de fevereiro.

“Como padre tinha meus desafios, mas estava estabilizado com planos para o futuro, carreira acadêmica, veio a nomeação de bispo auxiliar da Arquidiocese de São Paulo e tive que renunciar a várias coisas e assumir outras que foram positivas. Agora como bispo auxiliar estava me estabilizando quando veio a nomeação, mas essas são as bagunças de Deus que vem ao nosso encontro e propõe desafios que a gente procura corresponder da melhor maneira possível. Aqui sou um dos seis bispos auxiliares da Arquidiocese de São Paulo e de dom Odilo, agora eu deixo de ser auxiliar para assumir como arcebispo de Sorocaba com uma responsabilidade maior”.

O bispo representou a igreja católica em várias reuniões e eventos da Lapa como o tradicional Natal Comunitário – festa religiosa que celebra a fé e o nascimento do Menino Jesus. O religioso participou das seis últimas edições do evento comunitário.

Da Lapa, Dom Julio disse que leva lembranças positivas. “Confesso que a estada aqui superou minhas melhores expectativas. E o que não deu muito certo também acaba sendo uma experiência positiva, um aprendizado”, afirma. “Quando vim para Lapa conhecia muito pouco a região. Nasci no interior, cheguei aqui em São Paulo com três anos e meio e sempre morei na Zona Leste, que fica do outro lado da Cidade, pra cá não conhecia nada. Aqui conheci gente de valor, dedicada, cristãos de profunda fé, de uma caridade admirável e isto me deixa muito contente. Agradeço a Deus por ter colocado tantas pessoas no meu caminho, que aprendi a amar, e por isso também sofro com a despedida, mas ao mesmo tempo me despeço com um sentimento de profunda gratidão às pessoas e a Deus”, conclui Dom Julio.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA