Expectativas e concretizações

0
124

Essa semana começamos um novo capítulo na gestão municipal. Bruno Covas assumiu o cargo deixado por João Doria, que vai se dedicar à campanha eleitoral para o governo do Estado. Covas acompanhou de perto o modus operandi de Doria, e por diversas vezes esteve na região para acompanhar as ações do Cidade Linda e mutirões de zeladoria. Em seu discurso de posse, apesar de ter elogiado o trabalho desenvolvido por seu antecessor, Covas logo declarou que é sim político, lembrando que na campanha Doria afirmava ser gestor, e não político.

No caso de Covas de fato a política vem de berço, mas agora veremos na prática quanto isso pode influenciar para uma boa administração. Pelos próximos meses não vão faltar desafios para o prefeito recém-empossado, como a continuidade dos processos de desestatização, coordenar a licitação das linhas de ônibus e ter o fôlego necessário para seguir com a campanha de zeladoria, principal bandeira de Doria e motivo mais frequente de reclamação dos munícipes da Lapa.

Em sua primeira semana como prefeito, Covas esteve duas vezes na região. No domingo (8), para comemorar seu aniversário no Villa Country, casa noturna localizada no eixo de entretenimento que dá bastante trabalho ao prefeito regional Carlos Fernandes, Polícia e GCM, dado o grande fluxo de pessoas que passa por lá. Aos 38 anos, Covas é o prefeito mais novo de São Paulo, desde a redemocratização.

A outra passagem foi para a vistoria das obras do muro de arrimo no Jaguaré, a primeira visita técnica que realizou desde que virou prefeito. Pleito antigo dos moradores do bairro, a demanda finalmente começa a ser executada e já tem prazo estimado para acabar. Covas declarou que voltará ao local em três meses, tanto para checar a obra, como para ver a revitalização da Praça General Porto Carreiro concluída. Questionado por moradores sobre outras necessidades, como corte de grama, cobrou uma data do prefeito regional para a realização do serviço e disse que vai “puxar a orelha” de Fernandes se ele não cumprir o prazo que foi prometido. No local, falou também sobre a reorganização de UBSs e manteve a palavra de Doria em relação às ciclovias, de que as rotas poderão ser revistas se estiverem ociosas ou inadequadas.

Morador da Barra Funda, Covas deve acompanhar de perto as questões que impactam a região por causa da proximidade. O prefeito afirma que não deixará o processo eleitoral contaminar a sua administração, mas é válida a reflexão de que nós devemos escolher muito bem nossos candidatos e seus vices este ano, afinal, recentemente não é raro que eles assumam o governo de nossa cidade e País. Vamos acompanhar!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA