Conselho discute ouvidorias de saúde

0
712

Foto: Bárbara Dantine

Bárbara Dantine
Reunião do conselho gestor da Supervisão Técnica de Saúde Lapa/Pinheiros

Por solicitação dos conselheiros, foi realizada uma apresentação sobre as ouvidorias dos serviços de saúde da região na reunião do Conselho Gestor da Supervisão Técnica de Saúde Lapa/Pinheiros, na quarta-feira (29). A assistente social Selma Goulart de Almeida Barzato é a responsável pela auditoria das ouvidorias que chegam dos equipamentos da Coordenadoria Regional de Saúde Oeste. Ela afirma que em 2018 foram recebidas 2476 ouvidorias, sendo 60% de solicitações, como pedidos de consultas e exames, e 30% de reclamações, a maioria sobre a insatisfação com atendimento ou funcionários. Ela afirma que 80% dos contatos chegam através do telefone 156.

Usuários de equipamentos que participaram da reunião relataram dificuldades em registrar as solicitações pelo 156 e a demora para o recebimento de respostas. Selma explica que o prazo máximo para qualquer ouvidoria é de 30 dias, sendo que no caso das denúncias e reclamações, o prazo é de 20 dias úteis. A supervisora de saúde Maria Rosália da Silva, falou da importância da aproximação entre os usuários e as equipes e médicos da sua unidade de referência.

Foi anunciado que todos os postos de saúde se preparam para iniciar no dia 10 de junho uma campanha de vacinação contra o sarampo para a população entre 15 e 29 anos. Foi registrado um aumento de casos da doença na Vila Anglo-brasileira.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA