Para que e para quem servimos

0
2510

Para muitos o ano começou agora, depois do Carnaval. Nós do Jornal da Gente ingressamos num novo ano, nosso décimo sexto de circulação ininterrupta. Após completar 15 anos no último dia 16 de março, data em que lançamos nossa primeira edição no ano de 2002, oferecemos um jornal remodelado.

Os resultados colhidos ao longo dessa história foram vários. Estamos preocupados com os desafios impostos pelo amanhã. O tão louvado espírito de comunidade e a presença atuante de entidades locais se devem em grande parte à presença de uma atuante imprensa comunitária desde os tempos da Gazeta da Lapa, passando pela Tribuna da Lapa e o mais importante de todos, o Jornal da Lapa. Aliás, foi espelhado nestes líderes visionários Rene Veiga, Olympio Perrone e Antonio Carlos Escudeiro que forjamos nossa própria personalidade e vocação.

Se no passado o poder estava ligado a quem detinha o monopólio da informação, hoje com a evolução tecnológica, páginas na rede social e aplicativos esse poder está relacionado a quem consegue separar as informações relevantes. Cabe ao jornalismo essa tarefa de fazer uma curadoria do que se publica, afirma e comenta.

Porque nossas matérias não são apenas mais uma entre tantas? Porque ouvimos todas as partes envolvidas. Vamos atrás da confirmação ou negação da notícia e fornecemos um quadro mais amplo e confiável para a avaliação do leitor, movidos apenas pelo interesse maior de informar.

E assim será nesses novos tempos, doa a quem doer.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA